O dia do fico

O pinto fica. Minha mãe teve pena de mim e desistiu de dar o pinto pra amiga.

Sobre o climão no trabalho, acabei revelando pros colegas mais próximos a causa da minha angústia, e tive algumas supresas, a saber:

– uma colega pisou no pintinho da sobrinha e também passou o resto do dia chorando. Ela entende a minha dor;

– outra também teve um pinto de estimação e gostava tando do bichinho que dormia com ele. Daí, um belo dia acordou com o pinto esmagado na cama;

– meu chefe não teve nenhum relacionamento com pintos, mas tinha um canário belga quando criança. Incomodado com a gaiola apertada, resolveu construir um viveiro. O viveiro desabou e esmagou o passarinho.

Aprendi que é normal pequenas aves terem mortes trágicas. Portanto, o meu pinto fica. Se ele acabar como os irmãos, é porque era uma questão cármica.

Anúncios

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s