Tratamento de canal de aniversário

Todo castigo pra quem faz 32 anos é pouco.

Viajei a trabalho para um lugar paradisíaco, mas passei 3 dias assistindo palestras. Ok, pinto.

A comida era liberada, mas dei uma de saudável e comi granola no café da manhã. Quebrei o dente.

Na volta da viagem, fui direto ao dentista. Descobri que vou ter que fazer tratamento de canal.

Fui pra internet saber tudo sobre canal. Assisti até vídeos no youtube. Que carnificina, ou melhor, dentificina! Muito trágico isso de ficar esburacando a boca e tirando a parte viva que mora dentro dos nossos dentes. Passei dois dias tendo crises de choro.

No intervalo entre os choros, foi o meu aniversário. Foi também o open house do meu amigo, a festa de 15 anos da minha prima e a aula da minha pós. Mas eu estava triste por causa do tratamento de canal e era o meu aniversário, então matei a aula da pós.  Só então lembrei que estava com os trabalhos corrigidos de toda a minha turma e de uma outra turma também, que eu tinha pegado na casa do meu professor e prometido entregar aos meus coleguinhas. Estão todos sem trabalho porque eu matei aula porque era o meu aniversário e porque eu vou fazer tratamento de canal.

Então o meu aniversário começou com a cau, diarista lá de casa e fada madrinha de todas as horas, me aparecendo com um bolo enorme e com um presente enorme. Acho que a cau me tirou pra filha. Vou incluí-la no meu testamento. Vai que eu morro no tratamento de canal.

Depois, no open house dos meus amigos teve outro bolo. Lindo, chique, saboroso. Mas eu já falei que tenho amigos espíritos de porco, né? Pois bem, na falta de vela, os bonitos colocaram uma vela de 34 anos. Custava colocar 32 palitinhos de fósforo? Vou excluí-los do meu testamento. Ou melhor, vou deixar a coleção de estanho do maridão pra eles no meu testamento.

Por fim, na festa de 15 anos da minha prima teve outro bolo, só que esse era dela. Tudo bem. Comi fingindo que era meu. Afinal, o dia era meu, não dela. Aliás, há 32 anos que esse dia é meu. Alguém devia ter avisado isso a ela. Ainda mais que eu vou fazer tratamento de canal.

Hoje, segunda-feira, chego no trabalho e recebo o recado de que tem uma entrega pra mim na portaria. Desci e era um buquê de flores. Marido não me dá nenhum presente há pelo menos 5 anos. Mas já aprendi a amar o próximo sem esperar nada em troca. Sublime isso, não? Então, não esperei que fosse dele. Isso sempre funciona, porque não era mesmo. Tampouco era pra mim. Era pra outra Claudia da minha gerência.

Balanço do dia: no meu aniversário, fiz uma idade que não era a minha (34 anos é a mãe), fui a uma festa que não era pra mim (uma fedelha de 15 anos se apropriou do meu dia), e ganhei flores para outra Claudia. Ah, e vou ter que fazer tratamento de canal.

A propósito, hoje a minha gerente do Itaú me ligou pra dar os parabéns! Eu até sei o nome dela. É Ana. Até brinco de sermos amigas. E ela nem pode ser espírito de porco. É o paraíso. Esse lance de virar cliente uniclass é muito chique mesmo. Quando eu virar personnalité, será que o Itaú me manda flores? Mas tem que colocar o meu sobrenome direito, porque tem outra Claudia na gerência. Preciso avisar pra minha amiga Ana. Tchau.

Anúncios

2 Respostas para “Tratamento de canal de aniversário

  1. hahahahahah

    seus posts são muito divertidos

    eu assumo minha pequena parcela de responsabilidade: a ideia de usar a vela de 34 foi minha. achei que seria divertido. convenhamos, foi mesmo. hahahahahaha

  2. Será que sua prima fedelha lê esse blog?
    Hahahahhahahaha
    Ri tanto!

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s