Deu a louca nos bandidos

Então bandidos saem pelas ruas tacando fogo nos carros e atirando em cabines de polícia. No minuto seguinte os jornais já sabem explicar o motivo: protesto dos bandidos contra as UPPs.

Hein? Como assim bandido protestando? Engajados esses bandidos…

Sabe o que isso me lembra? Quando aquele avião da TAM não conseguiu parar na pista do aeroporto de Congonhas. Na cobertura ao vivo, os repórteres sabichões já tinham decretado que era por causa do grooving, engataram um monte de matérias especiais explicando o que era o tal do grooving, até minha avó aprendeu o que era grooving! E a culpa pela falta do grooving era do Lula, e aí veio a história do apagão aéreo, e blá blá blá… No final das contas, o buraco era bem mais embaixo, e o governo, e o grooving, não tinham nada com o babado.

Agora já fabricaram explicação instantânea de novo. Protesto de bandido contra UPP. Pois sim…

Não é de hoje que vários dos meus alunos que moram em comunidades ocupadas por UPP vêm dizendo que não mudou muita coisa. O comércio de drogas continua, só que mais discreto, sem traficante armado até os dentes circulando pela favela. Ou seja, a UPP deu uma “pacificada” no modus operandi dos traficantes. Só isso. Pelo menos, é o que dizem os moradores. Mas a atividade econômica, que é o que interessa ao tráfico, continua a mesma. Ou por acaso tem algum playboy da zona sul ou ator da Globo por aí que não consegue mais comprar o seu baseado por culpa das UPPs? Num sistema capitalista, isso seria uma heresia. Afinal, o cliente sempre tem razão.

Então, o que raio deus nesses bandidos de saírem protestando contra UPP? O que eles ganhariam fazendo esse escândalo todo?

No Repórter de Crime, blog d’O Globo, o sociólogo Claudio Beato diz que as últimas ações são uma estratégia burra de chamar a atenção da sociedade. Praticamente (os traficantes) estão convocando as autoridades para uma reação.

Justamente! A explicação é que os traficantes ficaram doidos? É só isso?! Me corre um frio na espinha de pensar que a explicação é simplesmente que os traficantes “são burros”. Estão magoados com as UPPs e resolveram sair dando tiros por aí, pra dar uma aliviada na tensão?

Francamente, nesse angu tem caroço. O Capitão Nascimento é que sabe das coisas.

– x – x – x – x- x – x- x – x- x – x- x – x- x – x- x – x- x – x- x – x- x – x- x – x

Um aluno me escreveu questionando sobre essa guerra dos últimos dias:

(…) sinto que está chegando a hora do Rio respirar e esse parece ser o começo de uma nova era, espero que se estenda além de 2016, um estado onde os valores não mais serão invertidos e o herói será de fato o mocinho.
Mesmo entendendo que é necessário a presença de tanques de guerra, muito me entristece, pela imagem que isso transparece, no entanto se esse é o caminho; que seja, pois sabemos que não há vitórias sem lutas.
Um simples comentário, gostaria de saber sua opinião também sobre isso tudo.
Um abraço.

Esse e-mail já estava na minha caixa há uns dez dias, e só agora parei para respondê-lo:

Eu realmente não tenho uma opinião formada sobre esses últimos acontecimentos. Pelo menos agora, com a Vila Cruzeiro e o Alemão sob controle das forças armadas, conseguimos ver que o poder formal dispõe de meios para reprimir o tráfico. Por que não tinham feito isso até hoje? Por que deixaram o tráfico ir tão longe? Se antes não interessava, por que passou a interessar agora? Essas são as questões que ficam pra gente pensar.
No filme Tropa de Elite, o capitão Nascimento sempre fala do “sistema”, e que o sistema é escroto (com o perdão da palavra). Pois bem, eu acredito nisso. Acredito que a sociedade é como um jogo de xadrez. Sempre que alguém está perdendo, é porque tem alguém ganhando, e vice-versa. Não acredito em bandidos e em mocinhos. Metade dos traficantes que chamamos de “bandidos” não estariam nessa vida se tivessem nascido numa sociedade mais justa. Em contrapartida, metade dos nossos políticos é que são os bandidos de verdade.
Então, se agora surgiu a vontade política de conter o poder dos traficantes nessas comunidades, é porque isso interessa. Por sorte, acabou trazendo um grande bem para os moradores. Mas não acredito que se trate de uma luta do bem contra o mal, como os jornais estão pintando o quadro. Acredito que existem muitos interesses por traz de tudo isso. E, por acaso desta vez, o povo acabou se beneficiando. Que bom!

São poucos os nossos políticos que realmente estão lá, tanto no legislativo como no executivo, movidos pelo zelo com a res pública. Logo, tem caroço nesse angu.

2 Respostas para “Deu a louca nos bandidos

  1. Essas ações de terrorismo dos traficantes só fez o qué?
    Parar o seu propio comercio de drogas.
    Os cabeças serem trasladados para outros presidios e ficarem isolados .
    Seus parentes serem presos e investigados.
    Ter que fugir para outros redutos (complexo do alemão).
    Quer dizer colocaram a policia e o exército na cola deles.
    Afinal eles pensaram que iam sair distribuindo incendios e ataques aos postos de policia e ia ficar td por isso mesmo?
    É ou não uma ação muito burra?
    ÉÉEÉEÉHH!!!

    • Pois é Jorge. Os figurões do tráfico, lá de Catanduvas, resolveram mandar a galera aqui no Rio sair incendiando carros do nada, e se ferraram…
      Burrinhos esses caras, né?

      Engraçado é que no filme Tropa de Elite mostra que foi exatamente assim que a milícia conseguiu entrar no Tanque. Eles não queriam disputar com o tráfico, daí, se passaram por traficantes que “burramente” invadiram a delegacia do Tanque para roubar armas. O resultado? O Bope entrou no Tanque acabou com o tráfico e deixou a comunidade livre… para a milícia!

Deixe uma resposta

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s